Domingo, 18 de Julho de 2004

Sorriso De Areia

3.JPG

Eu sei lua
que não te vou ver resplendente
sobre o mar liso das nossas ilhas

nas maravilhas noites de agosto
ou respirando tranquilamente o ar sereno

das suas comoventes montanhas

porém

daqui

entre a ferocidade
de escapes e rodas velozes
e de torresque se erguem triunfantes e hostis

sorvendo contra o ar
a tua inocente respiração
com seus pulmões de cimento e aço

vejo-te sorrir-me
e no teu pálido sorriso de areia
dizer-me submissa:

estou cá

Sinto tristeza
que esse teu sorriso de areia contém

porém

olho-te feliz
porque existes e ainda sorris

publicado por Hórus às 00:41
link do post | comentar
1 comentário:
De Anónimo a 18 de Julho de 2004 às 20:05
Adorei este post volto com mais tempo para te ler com a calma que me pareces merecer.isabel
(http://www.sintonia.blogs.sapo.pt)
(mailto:isabel_espadinha@msn.com)


Comentar post