Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2006

Coração Solitário

Mar.jpg

Procuro-te...

Por terras lusitanas
Entre campos de trigo
semeados por camponeses
e extensos roseirais,
de aromas incandescentes.

Cavalgando ao sabor do vento,
na pele de Pedro Álvares Cabral
percorro belas planícies.
Terra de bravos campinos,
e imponentes touros.


Navego neste imenso mar
na pele de Vasco Da Gama
na incessante esperança
de te encontrar.
Vislumbro audazes pescadores
que enfrentam o imponente
e revolto mar..

Voo alto como uma águia
na pele de Gago Coutinho.
Avisto belas e verdejantes
montanhas,
tenazes pastores
e seus rebanhos,
em profundos e sombrios
Vales.

Bravo coração
desolado pela solidão,
de um amor,
que não existe,
não encontra,
nem sente.


Hórus


publicado por Hórus às 23:45
link do post | comentar
17 comentários:
De Anónimo a 1 de Março de 2006 às 18:52
Quando saíres dessa torre virtual e caminhares nessa terra húmida e palpitante de vida encontrarás certamente outro coração solitário com quem poderás finalmente percorrer as nossas belas planícies e enfrentar com mais força o oceano das vicissitudes da tua vida! Coragem, amigo!Carlos Perry
</a>
(mailto:carlosperry_645@msn.com)


De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2006 às 22:35
Magnifico poema evocando as grandes memórias da nossa história!!! Esses de coração aventureiro alimentaram-no com a sede do seu fado... e se solitários o foram... velados por uma causa maior, o seu amor pela aventura! Gostei muito, beijinhosAran_aran
(http://capricornioemimblogs.sapo.pt/)
(mailto:aran_aran@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2006 às 10:21
A solidão é sem duvida dos piores sentimentos q existe..mas cabe-nos a nós lutar p ele em vez de nos deixamos ir abaixo e lamentar a nossa vida..temos de reagir pk ninguem o faz p nós.. Beijinhos, bom fim de semana e bom carnaval**Andrye
(http://www.andrye.blogs.sapo.pt)
(mailto:andrye@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2006 às 03:43
Lindo! Adorei! Beijo para ti. Bom fim-de-semana carnavalesco. *****eternapartedemim
(http://eternapartedemim.blogs.sapo.pt)
(mailto:lucosta@netvisao.pt)


De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2006 às 23:45
Adorei ler quem em sonhos te passeias por terra de toiros e campinhos...maravilhos poema, com mil buscas de almas, bom fim de semana, beijos com carinho.Lagoa_Azul
(http://www.lagoaazul.blogspot.com/)
(mailto:bomdialagoaazul@gmail.com)


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2006 às 17:54
Mas hás de encontrar!!!!Luisa
(http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:luisa34@netcabo.pt)


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2006 às 16:12
Existe sempre Amor dentro de nós...o Amor próprio e aquele que temos para dar...Afinal somos feitos de Amor!
Beijo meuMagia
(http://www.blog.comunidades.net/amagiadaspalavras/index.php)
(mailto:perlimpimpins@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2006 às 12:56
Há que ser mesmo um bravo coração, para aguentar a solidão de um amor que não existe, não encontra nem sente...rosa maria
(http://paratisomente.blogspot.com)
(mailto:rosamaria455@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Fevereiro de 2006 às 10:41
Excelente declaração de força...nas tuas veias o sangue ainda não gelou. Um abraçoLaços...
(http://fly4you.blogs.sapo.pt)
(mailto:arquitectura@escala-urbana.pt)


De Anónimo a 21 de Fevereiro de 2006 às 21:34
gostei muito do teu cantinho. Nao és único nesta tua longa caminhada de solidao, pois a minha alma está perdida o meu rosto está também cansado de tanta lágrima caída o meu coraçao está magoado. Saudaçoes de paz e amor.

NefertitiAna Baptista
</a>
(mailto:anabaptista31@gmail.com)


Comentar post