Sexta-feira, 16 de Abril de 2004

HÓRUS

VT.gif

Caminho pela existência à procura da minha identidade
Refugio-me no silêncio à conquista da verdade
Dou as mãos à solidão lutando pela Liberdade...
Estou perdido no meio deste Tudo em que nada está presente.
Como posso não estar ausente se o meu olhar não está contente?
Alias, está deprimente!
Olho-me ao espelho na tentativa de me ver, mas
nenhum gesto ou ser consegue mostrar-me a realidade,
mas nada que em mim se aposenta é o ideal da minha futura presença...
Não saber quem ou o que sou faz-me sentir perdido no meio desta minha
ideologia
que me sufoca e recrimina
quando caminho por entre a neblina
que me cega cada vez mais e
me desperta quando dou sinais
de outra forma de estar ou de agir
com a qual não me faço sentir relo, verdadeiro comigo mesmo...
Quantos estados se apoderam de mim e
me tornam, enfim, em algo ou alguém em quem
a visão cria um mundo sem fim?
Esta minha personalidade espalhada pela
realidade fictícia confunde-me mais ainda
sem que atinja o chão que me impeça de saltar
para um outro lugar em que perderei
para sempre Tudo o que nada sei!
Quero encontrar-me no caminho!
Quero chargar ao dia em que o sol brilhará e
gritar finalmente: "Vivo!" e na minha Vida
deixar de camabalear como se navegasse,
sem rumo nem destino,
num barco no meio de uma imensidão
estando eu na sensação de ser pequeno
e incapaz de Tudo o que mais me satisfaz!
Espero então pelo dia em que irei dizer:
"Este sou eu e quem guia a estrada
que até hoje me endoideceu, sou mesmo EU!

publicado por Hórus às 00:15
link do post | comentar
3 comentários:
De Anónimo a 17 de Abril de 2004 às 23:21
passo por aqui só para recomendar um blog que descobri e que achei soberbo, chama-se http://www.falatura.blogspot.com e era daquelas coisas que já andava à procura há algum tempo, finalmente, actualidade e isenção!joao
</a>
(mailto:joao@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Abril de 2004 às 04:20
Parece-me que passamos a vida á procura desse caminho ... força!!! .. beijos ***Lótus
(http://lotus1.blogs.sapo.pt)
(mailto:lotus__@msn.com)


De Anónimo a 16 de Abril de 2004 às 19:44
As vezes as nuvens turvam-nos a vista impedindo-nos de ver aquilo que queremos e procuramos, e devido a tal, caminhamos como errantes, cegos, e entramos por caminhos errados, muitas das vezes desesperando...Mas ha sempre um caminho de volta, sempre algo que remedeia, e conseguimos sempre ver o sol de novo! Um beijo doceMissLadyMystery
(http://mundodossonhos.blogs.sapo.pt)
(mailto:lovespellyou@portugalmail.pt)


Comentar post