Sábado, 21 de Janeiro de 2006

DOCE MAR

Mar.jpg


Lanço-me
ao mar,
sinto a água
terna e sensual,
a cobrir o meu corpo.
O perfume a maresia,
e o intenso azul,
floresce novamente
meu corpo e alma.
Saio radiante
cheio de doce espuma,
com sabor a sal.
Sento-me
em grãos de acuçar
amarelo,
fecho os olhos,
e aprecio
a sinfonia das ondas,
dirigidas pelo maestro
sol.
Na simplicidade
de tão belo momento,
solto do meu
pensamento,
sussurro
como é esplêndido,
e belo
o nosso
mar .

Hórus

publicado por Hórus às 19:44
link do post | comentar
38 comentários:
De Anónimo a 26 de Janeiro de 2006 às 18:52
Soube pelo Perry do teu blog e vim espreitar!Tens alma e sensibilidade de poeta mas estou de acordo com ele no que diz respeito a acrescentares de vez em quando um pouco mais de "pimenta"! Vais ver que os comentários vão aumentar e eu serei certamente um deles!Bruno
</a>
(mailto:sambetoacosta@netcabo.pt)


De Anónimo a 26 de Janeiro de 2006 às 13:36
Gostei do poema...lindo!Obrigado pela passagem no meu espaço e pelo comentário que lá deixaste!Passa sempre k kiseres, tb passarei por aki!AbraçoGaybriel
(http://www.silenciosentido.blogs.sapo.pt)
(mailto:amor_amizade_1980@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Janeiro de 2006 às 13:14
Doce mar e doce poema. Que bom poder ler algo tão bom. Um beijo na alma.Maggie
(http://undressmysoul.blogs.sapo.pt)
(mailto:undressed@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Janeiro de 2006 às 07:40
Oi amigo, e que mar... upa upa... tudo de bom para ti, um abraço (".)Hijo De La Luna
(http://hijodelaluna.blogs.sapo.pt)
(mailto:duartepaulo@gmail.com)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 19:55
Adorei este cantinho com palavras tão simples e espontâneas que nos dão ânimo e coragem para enfrentarmos mais um dia que se avizinha. Este já passou e amanhã será um novo dia para navegar no teu doce mar! Beijinhos!Susana
</a>
(mailto:susanaramos76@hotmail.com)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 19:44
Apreciei imenso o teu texto mas gostaria que fosse um pouco mais sensual:
"Seios tiritando, radiosos á luz do pôr do sol, cheios de doce espuma com sabor a sal. Cavalgando frenético sobre as tuas coxas sinuosas, fecho os olhos e sinto a força das ondas que me fazem explodir no interior do teu ventre!Na simplicidade de tão belo momento grito um sussurro: Como é bom fazer amor junto ao doce mar!" Um abraço amigão!Sardinha
</a>
(mailto:sardinha_1952@hotmail.com)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 16:23
Ola Horus, obrigada pela tua visita no meu cantinho. Gostei mt do teu blog..mt simples..adorei os teus textos..tocantes.. vou-te linkar ok? beijinho grande*Andrye
(http://www.andrye.blogs.sapo.pt)
(mailto:andrye@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 00:20
Mergulhar no mar em janeiro... cá para mim esse relato foi o delirio da pneumonia subsequente... eheh va, agr fora d brincadeiras, o texto está lindo, e eu sei que o sentimento é bem sincero. []Serpente Emplumada
(http://quetzalcoatl.blogs.sapo.pt)
(mailto:quetzalc0atl@sapo.pt)


De Anónimo a 24 de Janeiro de 2006 às 19:51
Olá jovem guerreiro!Ainda bem que não desististe do blog porque agora não só o ambiente como os textos melhoraram significativamente. A poesia respira-se e sente-se no nosso dia a dia!Gostei de verificar que regressaste cheio de vontade de enfrentar novos desafios com esse teu espírito de indomável guerreiro!É caminhando que se aprende a andar, embora por vezes nos custe imenso a erguer de novo...Segue em frente e aqui te envio muitos beijos e um abraço terno e fraterno!Alex
</a>
(mailto:Rodrigues_alexandra@hotmail.com)


De Anónimo a 24 de Janeiro de 2006 às 17:42
GOSTAVA DE NAVEGAR NESSE OLHAR DOCE MEIGO E TRISTE...
UM DIA ESPERO TE ENCONTRAR E QUEM SABE APRENDER A AMAR...
SAIR DESTA VIDA DE ILUSÃO E MENTIRA,PODER ENFIM NAVEGAR!
E JUNTOS ENTÃO NUM SÓ CORPO, SEGUIR NESSE TEU DOCE MAR DE VELA EM RISTE!Carol
</a>
(mailto:carol@83hotmail.com)


Comentar post