Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2006

ANJO NO PARAISO

vales encantados2.JPG


Encontrei-te..
Belo e imponente.
Parecias um anjo no paraiso.
Branco como a neve ,
o seu pêlo era sedoso e suave.
Pedi-te no silêncio do olhar,
se podias levar-me até casa,
começaste a curvetear,
como resposta positiva ao meu pedido.
Partimos então,
pelas brumas que cobrem tão misterioso,
e belo caminho.
Senti-me um principe de outras épocas.
Cavalgando por vales encantados,
avisto paisagens de tamanho encanto.
Para saciar a nossa sede,
estavamos repletos de fontes,
com águas cristalinas e frescas,
que descem pela montanha abaixo.
Perdi-me em tão belo sonho,
pois a natureza tem o dom,
de nos fazer acreditar ,
que a vida é bela.
Avistei por fim o meu destino,
e com uma lágrima no rosto,
despedi-me de ti.
Atravessei o arco-iris,
e esculpi eternamente,
no meu coração,
esta tão bela e mágica,
terra que eu amo,
de nome ,
Gerês.


Hórus

publicado por Hórus às 00:30
link do post | comentar
32 comentários:
De Anónimo a 10 de Janeiro de 2006 às 00:39
oh ke belas recordações guardo do Gerês :)gala
(http://trocadeolhares.blogs.sapo.pt)
(mailto:clikamaki@hotmail.com)


De Anónimo a 10 de Janeiro de 2006 às 00:20
"Sentir" o Gerês é uma experiência unica. *Continuação de boas escritas!lua_mentirosa
(http://www.luaporquementes.blogspot.pt)
(mailto:mgdsantos@aeiou.pt)


De Anónimo a 9 de Janeiro de 2006 às 19:43
Meu Gerês do rio Homem, que palmilhei! Os Carris, a Portela do Homem, Pitões das Júnias, Vilarinho das Furnas que conheci antes de ser fantasma. Bela a tua homenagem ao garrano! BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:mantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Janeiro de 2006 às 19:31
Lindo, lindo, lindo...pura magia. Consegui imaginar o Belo Gêres que eu tb adoro. Aquela serra (que levei 6 horas a subir e 8 a descer, deveria ser ao contrário mas enfim :)), aquela água. Os cavalos selvagens....tudo tudo. Amei fiz fotos fabulosas. Beijinho e uma boa semana para ti ***oteudoceolhar
(http://oteudoceolhar.blogs.sapo.pt)
(mailto:joanstar@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Janeiro de 2006 às 18:07
Por aqui se constata que a poesia é vida! É para nós um alimento que nos enriquece a alma e nos transporta para outras terras através do pensamento condutor do poeta. Gostei da poesia e ainda bem que existem jovens como tu para continuar a nos transmitir imagens tão belas como estas! Só espero que mantenhas acesa essa chama de amor pela natureza, neste caso dessa terra tão dura mas tão bela que é o Gerês! Espero também é que essa zona do país nunca se torne na desgraça ambiental em que se tornou quase todo o nosso litoral!Para me despedir faço votos de que esse anjo se transforme naquele ser que tanto anseias para alimentar esse teu puro coração de menino!Chafarica
</a>
(mailto:Chafarica_033@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Janeiro de 2006 às 16:03
Infelizmente nunca tive oportunidade de ir a essas terras q dizem ser mágicas. Espero ir brevemente, vontade n falta dps d ler tão belas palavras :)AmorPerfeito
(http://embuscadovaleencantado.blogspot.com)
(mailto:m20020221@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Janeiro de 2006 às 15:12
Obrigada pela visita ao meu blog.
Belo poema sobre o Gêres.Bia
(http://meninadomar.blogs.sapo.pt)
(mailto:Bia117@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Janeiro de 2006 às 14:14
Também a Amo. Gerês é a Natureza!
É maravilhosa, como também é a tua expressão e sensibilidade.
Grande AbraçoJorge Moreira
(http://jorgemoreirashakti.blogspot.com/)
(mailto:shakti@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Janeiro de 2006 às 12:56
Não existe palavras suficientes para descrever palavras tão bonitas colocadas de forma harmoniosa, criando uma doce espectativa sobre o que se segue. Um beijo na alma.Maggie
(http://undressmysoul.blogs.sapo.pt)
(mailto:undressed@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Janeiro de 2006 às 11:22
Só quem vagueou como nós quer pelos bosques que parecem tocar a imensidão do céu tão puro e que nos enche a alma duma paz imensa, quer pelos vales frescos e verdejantes donde brotam aqui e ali nascentes com água tão límpida e fresca, pode entender a plena comunhão com a Mãe Natureza que esta serra do Gerês nos pode proporcionar! Bem hajas pela tua visão tão magnífica e preciosa que aqui nos transmites, fazendo-nos viajar através do espaço geresiano nesse magnífico ser alado!Carlos Soares
</a>
(mailto:carlosperry_645@msn.com)


Comentar post