Sábado, 24 de Dezembro de 2005

Saudade

saudade1.JPG


Partiste
Nesse momento a minha vida perdeu encanto.
Mostra-me que sentes saudades minhas.
Não quero ser uma estrela solitária,
na imensidão do universo.
Gostei da maneira como me amavas.
Uma noite.
Um beijo.
Um sonho.
Sufocaste-me com o teu amor, e subtis carinhos.
Agora sufocas-me de saudades.
Tento acreditar,
o que aconteceu é passado.
A realidade é que o teu amor
no meu coração ficou.

Hórus

publicado por Hórus às 17:49
link do post
De Anónimo a 28 de Dezembro de 2005 às 16:50
Primeiro que tudo queria agradecer teres passado pelo meu modesto espaço. Respondendo à tua pergunta, a violação é um tema bastante delicado. É verdade que por mais pequeno que seja não deixa de ser um ser vivo, mas será que se esse ser vivo viesse ao mundo saberia o que é o amor? Acho que a mãe ao olhar para ele ir-se-ia lembrar a cada momento daquilo que tinha acontecido no passado (a violação) e nunca seria capaz de amar realmente a criança. Mas esta é a minha opnião.
Fica bem. Abraço.centro_da_gravidade
(http://pontadoicebergue.blogs.sapo.pt)
(mailto:centro_da_Gravidade@hotmail.com)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.