Domingo, 11 de Dezembro de 2005

Destino

Destino1.JPG

A minha vontade moldará o meu futuro. Quer eu falhe, quer vença, não será obra de nenhuma clemência, mas minha.
Eu sou a força, posso eliminar qualquer obstáculo à minha frente ou perder-me na confusão.
A escolha é minha, a responsabilidade é minha, ganhar ou perder, só eu tenho a chave do meu destino.

Hórus

publicado por Hórus às 23:16
link do post
De Anónimo a 14 de Dezembro de 2005 às 23:23
Eu creio no determinismo, mas também creio nos fenómenos "de serendip", pelo que, e a bem do crescimento pessoal, acho que a linha de chegada deve ser objectivo, mas não o único foco da nossa atenção.Pagan
(http://pagan.blogs.sapo.pt)
(mailto:henriquemoreira1@hotmail.com)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.